Popularmente conhecido como vira-lata ou rasga-saco, o cachorro SRD (sem raça definida) é aquele que não tem uma origem oficial. Ele pode ser resultado do cruzamento de cães de duas ou mais raças diferentes, o que faz com que sua aparência varie bastante. Por causa disso, é difícil definir seu porte enquanto ainda é filhote, bem como suas condições de temperamento.

Por causa das indefinições e até mesmo por questões estéticas, muitas vezes o esse tipo de cão é desprezado e as pessoas dão preferência a animais com pedigree. O que elas não sabem é que perdem uma oportunidade de ter ao seu lado um companheiro leal e que pode lhes dar muitas alegrias ao longo da vida.

Para saber mais sobre esses cachorrinhos, confira abaixo as 4 dicas que nós apresentamos!

1. Menor incidência de doenças genéticas

Os cachorros com pedigree muitas vezes são resultados da união entre animais da mesma família, o que aumenta as chances de eles apresentarem problemas genéticos e diminui a resistência a condições adversas, aumentando sua predisposição a doenças.

Já os cães SRD têm uma linhagem diversa, que recebe características de diferentes raças ao longo das gerações. Além disso, como o processo de reprodução não é controlado por humanos, a seleção natural atua de tal modo que somente os mais fortes sobrevivem.

2. Olfato mais desenvolvido

Os cachorros sem raça definida muitas vezes estão destinados a ficar nas ruas e, por causa disso, precisam desenvolver algumas habilidades além do normal para garantir sua sobrevivência. Uma dessas habilidades é o olfato, que permite que eles identifiquem alimentos a longa distância, mesmo que esteja em meio ao lixo.

3. Maior expectativa de vida

Por serem mais resistentes a doenças e estar menos propenso a desenvolver problemas genéticos, eles apresentam uma expectativa de vida maior do que os cachorros de raça. Sendo assim, se você busca um companheiro para passar muito tempo ao seu lado, considere adotar um cachorrinho desses.

4. Exemplar único

A aparência de um cachorro SRD é uma loteria, pois ele pode nascer do cruzamento de raças muito distintas entre si, combinando características do pai e da mãe. Você pode, então, ter um cachorro de porte pequeno, médio ou grande, com pelagem de diferentes colorações e padrões. Sendo assim, ele nunca será igual a nenhum outro e você terá um exemplar único.

Além de todas essas curiosidades que fazem os SRDs mais resistentes, adotando um desses cãezinhos você ainda tem a oportunidade de salvar a vida de um animal, pois o destino da maioria deles seria ficar nas ruas à mercê da fome, de doenças e da violência.

Sabendo de tudo isso, quando estiver disposto a adotar um animal, considere levar para casa um cachorro SRD e tenha ao seu lado um companheiro eternamente grato e fiel a você e aos seus familiares!

Agora que você já conhece mais sobre e sabe que um cachorro SRD pode ser o seu companheiro ideal, é hora de se informar sobre as condições para resgatar um animal abandonado. Para isso, leia agora mesmo nosso post!