Olá, tudo bem? Você já deve ter percebido que fazer uma viagem com o pet deixou de ser algo super complicado. É claro que levar bichinhos de estimação numa viagem requer cuidados especiais, mas, com planejamento, é possível ter a companhia dos nossos amigos felinos, caninos ou de qualquer outra espécie sem ter dor de cabeça.

Neste post, vamos mostrar como preparar seu bichinho para viagens e dar dicas de como transportá-los de carro, ônibus ou avião. Continue lendo!

Cuidados para uma viagem com o pet

Ninguém conhece o seu animal de estimação melhor do que você. Por isso, antes de começar a planejar a viagem com o pet, faça a seguinte pergunta: seu animal deve mesmo acompanhar você? Se a resposta for sim, então, essas dicas vão ajudar você a ter uma viagem mais tranquila.

Prepare-se antes da viagem

Antes de começar o planejamento, pesquise quais documentos serão exigidos para fazer o transporte do seu pet e prepare uma lista com todos os objetos necessários para uma viagem tranquila.

Para o transporte do seu pet você vai precisar de:

  • caixa de transporte de tamanho adequado — o pet precisa de espaço para se movimentar e ficar em pé, mas a caixa não deve ser muito grande;
  • comedouro e bebedouro;
  • tapete higiênico para forrar a caixa de transporte;
  • mantinhas e caminhas para manter seu bichinho confortável;
  • coleira (para cães);
  • roupinhas — caso a viagem aconteça numa época de clima frio.

Inclua informações de identificação

Coloque etiquetas de identificação por toda a caixa de transporte com o nome do seu pet, seu nome, endereço e informações de contato (tanto de origem quanto de destino), uma indicação de que dentro da caixa está sendo transportado um animal vivo e setas orientando sobre a posição correta em que a caixa deve ser acondicionada.

Treine seu pet

Se o seu bichinho nunca fez viagens longas, prepare-o com pequenos passeios (de carro ou a pé) com ele dentro da caixa de transporte. Em casa, deixe a caixa em locais onde seu pet circula e estimule-o a brincar e dormir dentro dela, para que ele se habitue ao ambiente e sinta-se confortável durante a viagem.

Converse com seu veterinário

Leve seu bichinho para uma consulta com o veterinário e faça exames de rotina. Tire todas as dúvidas sobre a melhor maneira de transportar seu pet sem causar danos à saúde dele.

Caso o bichinho tenha algum problema crônico, pergunte ao veterinário se é seguro levar seu pet numa viagem. Se o animal fizer uso contínuo de algum medicamento, peça receitas e indicações de remédios similares, para que você tenha mais opções. Monte um kit com todas as medicações, além de materiais de primeiros socorros.

Dicas para viajar de carro ou ônibus

Nunca deixe seu pet sozinho, nem o deixe fora da caixa de transporte. Assim, você evita acidentes. Sempre que possível, saia para caminhar com seu bichinho. É o momento ideal para que ele possa relaxar e respirar ar fresco, além de poder fazer o número 1 ou o número 2 tranquilamente.

Consulte a empresa de ônibus sobre a possibilidade de seu pet viajar num assento ao seu lado. Além disso, procure saber se a empresa tem um número limite de pets que podem viajar dentro de cada ônibus.

Dicas para viajar de avião

Consulte a companhia aérea para saber se seu bichinho pode viajar na cabine. Algumas empresas permitem que animais de pequeno porte acompanhem seus tutores na cabine do avião.

Compre voos diretos ou sem escalas. Assim, você estressa menos o pet e diminui a possibilidade de haver falhas no transporte do seu bichinho.

Alimente o pet com cuidado antes de voar. Evite refeições muito pesadas nas horas que antecedem o voo. Ofereça uma pequena refeição antes da viagem e alimente-o novamente assim que chegar ao seu destino.

Viu como, com o planejamento correto, é possível fazer uma viagem com o pet de maneira segura? Além de curtir o passeio, você vai ter a companhia do seu melhor amigo e criar lembranças inesquecíveis com seu bichinho.

Curtiu as nossas dicas? Conhece alguém que está se preparando para viajar com o pet? Então, compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais.