Hey, tudo bem?

Você já ouviu falar em moda sustentável? Podemos resumir esse conceito em “uma forma consciente de produzir moda”, no sentido de aliar design, tecnologia e práticas ecológicas (como o reaproveitamento de materiais e o desenvolvimento de fontes têxteis inovadoras). E tudo de forma criativa, é claro.

O objetivo é incentivar a produção “limpa” e responsável, conscientizando também os consumidores. Ou melhor, todos nós!

No post de hoje contaremos alguns segredos que ajudarão você a deixar o seu armário mais inteligente, aplicando a moda sustentável no seu dia a dia. Que tal conferir?

Não tenha medo de repetir roupas

A primeira dica está relacionada ao que você já tem dentro do armário. É muito comum que as pessoas tenham receio de frequentar os mesmos locais usando a mesma roupa. Mas, na verdade, isso é uma grande bobagem. E repetir a vestimenta em ocasiões diferentes não passa de uma atitude normal, especialmente se você tem peças de que gosta muito.

Os mesmos looks podem ser usados em ocasiões diferentes, sem problema nenhum. Se você acertou em uma composição incrível, seria um desperdício não exibi-la novamente, certo?

Pense bem antes de comprar mais roupas

Toda vez que quiser comprar uma nova peça de roupa, reflita sobre isso. Será mesmo que você precisa dela? Ela, realmente, tem a ver com você? Será que não há nada no seu armário que já não seja parecido?

Reavaliar o seu modo de consumir é importante para evitar mais descartes no meio ambiente.

Evite comprar só porque o preço está baixo

É difícil se conter ao ver uma boa promoção, não é mesmo? Mas comprar uma roupa só porque está barata pode ser um erro. Considere primeiramente se você gostou da peça de verdade. Em seguida, avalie a qualidade, veja se existem defeitos e se o tecido é bom.

Alguns itens de vestuário podem ter preços baixos, mas têm a qualidade tão ruim que acabam inutilizados em pouco tempo de uso.

Vá em busca de peças legais de “segunda mão”

Os brechós estão recheados de produtos incríveis. Não é porque a roupa já foi usada que ela deve ser desvalorizada. Você pode, inclusive, pesquisar por bazares e economizar uma bela grana nas peças. Dessa forma, as roupas circulam por mais tempo e não são descartadas tão rapidamente.

Compre produtos de marcas independentes

Os produtores independentes e locais devem ser prestigiados. Isso é uma ótima maneira de valorizar uma produção mais justa e que segue um padrão artesanal. Assim, seu dinheiro circula na economia local e ajuda pequenos empreendedores.

Sempre é possível encontrar peças que correspondam ao seu estilo e à sua personalidade. Portanto, não se preocupe com a ideia de ter que mudar o seu jeito de vestir.

Doe roupas que você não usa mais

Jogar fora as peças que não servem mais é uma ideia impraticável se você está pensando em sustentabilidade. Para ter um armário consciente, o ideal é fazer doações do que não interessa mais a você.

Faça a cada três meses, de preferência, uma análise do que você tem no armário e do que não usa mais. Você pode doar, vender por um preço mais baixo ou trocar peças com seus amigos.

Com essas dicas, fica mais fácil ter práticas sustentáveis e deixar o seu armário muito mais funcional. Seja um consumidor consciente e adapte seu estilo de vida à moda sustentável!

Gostou das dicas? Então assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos interessantes diretamente em seu e-mail.